#callfor Mídia e (neo)conservadorismo: aspectos teóricos, dilemas éticos e questões práticas (Revista Mídia e Cotidiano)

Fecha/Hora
Date(s) - 19/06/2020
Todo el día

Ubicación
Rio de Janeiro

Categorías


+ info: Revista Mídia e Cotidiano

Estudos recentes apontam que, depois de um período de avanço no reconhecimento dos direitos das chamadas minorias sociais e de liberalização dos costumes, o mundo atravessa uma era de entressafra nas liberdades individuais e coletivas. O surgimento de expressivas lideranças conservadoras em países importantes e/ou periféricos é apenas uma das decorrências deste período marcado por conflitos e polarizações de toda natureza. A relativização do conhecimento científico, a incompreensão do papel das instituições de ensino e uma aparente descrença nos atores midiáticos tradicionais – movimentos fomentados pelo poder político conservador – contribuem para a construção de narrativas individuais e grupais que fomentam o ódio, o preconceito, o divisionismo e a descrença na democracia.

Neste cenário beligerante, no qual ganhou vida a expressão “guerras culturais”, este dossiê busca refletir a respeito do papel dos meios de comunicação enquanto mediadores privilegiados do sistema social. Em especial nos campos do jornalismo, das artes visuais e das redes sociais digitais, há espaços para resistir ao retrocesso em territórios que se julgava conquistados? Com o agravante da crise financeira que tem levado ao desaparecimento de importantes atores midiáticos, seria adequado falar em aggiornamento dos meios de comunicação, como propõe Wolton para o campo do jornalismo? Como superar a fragmentação e o personalismo do espaço público midiatizado em função do bem comum? O ideal da comunicação, termo cuja raiz se localiza na ideia de partilha, de comunhão, estaria obsoleto?

Essas e outras questões correlatas norteiam a proposta deste dossiê temático “Mídia e (neo)conservadorismo: aspectos teóricos, dilemas éticos e questões práticas”. A expectativa é a de acolher trabalhos que se configurem enquanto contribuições substantivas para o campo da comunicação social, enfatizando, particularmente, as relações entre mídia(s) e questões do cotidiano, o escopo maior desta Publicação.